Festival F

  • Categoria
  • Elisa Rodrigues

Acumulou nos últimos anos muitas experiências de palco, integrando equipas de outros artistas portugueses ou assumindo o desafio em nome próprio, mesmo que o trabalho se desenvolvesse em equipa; gravou um álbum de estreia, Heart Mouth Dialogues, em 2011, fazendo confluir para uma linguagem já personalizada o gosto de múltiplas referências e a aprendizagem com distintas (em mais do que um sentido…) influências, em especial aquela que lhe valeu, sobretudo no meio musical, passar a ser identificada como uma voz do jazz, pela proximidade, pela identidade e pela liberdade; foi recrutada para gravar com a banda britânica These New Puritans, assumindo essa responsabilidade no álbum Field Of Reeds, de 2013, com quem pisou alguns dos maiores palcos internacionais de enorme exigência (como o da sala londrina The Barbican ou do mítico Hollywood Bowl, em Los Angeles).
Sejamos claros: é provável que, sem estas etapas, não se alcançasse a condição de excelência que nos espera em “As Blue As Red”, um disco amadurecido mas que dispensa complicações, que conta com a inspirada produção de Luísa Sobral.
Ainda bem, reconhecerão todos os que se dispuserem a abrir espaço – e ouvidos – para o novo compasso de Elisa Rodrigues. Que vai conseguir o “dois em um”: surpreender os que já a conhecem de “outros carnavais” e seduzir, sem margem de erro, os muitos que vão descobri-la agora. Revelação, de uma vez por todas. Só falta ouvir.

Faro • 30 Ago a 1 Set

Vila Adentro_Faro

Bilheteira